Descarte consciente de entulhos.

Descarte consciente de entulhos.

A construção civil é um setor em constante atividade e fundamental para nossa sociedade, mas as sobras e restos de materiais de obras é o principal gerador de resíduo sólido da sociedade.

De acordo com a Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil (Abrecon), por ano, o Brasil produz uma média de 84 milhões de m³ de entulho. Quando o descarte desses entulhos não é feito corretamente é possível ocorrer uma série de problemas ambientais, considerando que esses materiais levam muito tempo para se decompor, além disso ainda causam transtornos para moradores ao entorno da obra.

Mas o que são esses entulhos?

Entulhos, ou resíduos da construção civil, são um conjunto de materiais que sobraram em construções, reformas, reparos e demolições, ou seja, é um conjunto de fragmentos que contém restos de concreto, tijolo, madeira, aço, telhas, entre outros. Eles são classificados em 4 classes:

Classe A – São os resíduos reutilizáveis ou recicláveis, como por exemplo os tijolos, blocos, telhas, argamassa e concreto.

Classe B – Resíduos recicláveis que podem ser utilizados para outras destinações, são os plástico, metais, vidros, papel e madeira.

Classe C-  Materiais como o gesso, que não possuem tecnologia para reciclagem ou recuperação.

Classe D – Resíduos perigosos que podem contaminar o meio ambiente e prejudicar a saúde, tais como a tinta, óleo, solvente, entre outros.

Para fazer o descarte consciente é preciso separar e verificar o que pode ser reciclado ou reutilizado.
Os resíduos que não tem essa possibilidade, pode-se optar entre algumas alternativas, que são:
– Os pontos de entrega voluntária mantidos pelas prefeituras;
– As tradicionais caçambas que podem ser facilmente contratadas e evitam a exposição dos resíduos
– A contratação de uma transportadora, que nesse caso, devemos assegurar que a empresa é apta para executar a tarefa.

Com o descarte correto dos entulhos você evita multas e transtornos, esteja por dentro das leis e normas que irão regulamentar as suas ações.